O Plano das Crenças e Valores na Teoria Geral dos Processos:  Página em permanente construção* como nós!

Os 4 planos de atuação humana nas

6 ondas de desenvolvimento tecnológico:

A humanidade e a sociedade evoluíram, mudando cada vez mais rapidamente.

A primeira onda tecnológica” lembrada é a da agricultura, ocorrida há uns dez mil anos, permitindo produzir alimentos para populações crescentes, fixadas num local. O fim do nomadismo – antes era preciso “seguir” as manadas, ir atrás do alimento, e o tempo ocioso que a agricultura propiciava, permitiram o aumento da tecnologia num processo interminável de compartilhar o conhecimento.

As novas gerações recebiam ensinamentos e podiam investir seu tempo e energia em descobrir e inventar novas tecnologias, numa complexidade cada vez maior, até chegarmos ao que é considerada a segunda onda tecnológica”, a industrial, quando começou a ser aplicada a produção em escala cada vez maior, permitindo disseminar bens cada vez mais complexos a populações cada vez maiores, porque o processo de produção em massa permite reduzir as horas de trabalho para produzir uma peça.

A onda tecnológica” industrial ainda está em implantação porque há muitas e expressivas parcelas da população que ainda não tiveram acesso a seus benefícios, mas há mais de meio século ingressamos na que é considerada a terceira onda tecnológica”, a informatização. A “inteligência artificial” inicialmente era empregada para armazenar e recuperar dados e em cálculos complexos. Disseminaram-se aplicações, com possibilidades praticamente infinitas, cada vez Caixa de texto: Há quatro planos de atuação humana:
1º Plano é o dos FATOS: Há 40 milhões de anos, primatas competem por alimento, espaço-segurança e procriar. Há 1 milhão de anos percebemos que acreditar permite realizar.         Dominamos o fogo.
Nasceu a 1ª Onda Tecnológica,  do Fogo e criamos o abstrato atribuir valor às coisas, originando o 2º Plano de atividade humana, das CRENÇAS-VALORES:       http://www.padilla.adv.br/processo/pensamento
A 2ª Onda de Tecnologia, da Agricultura, revolucionou a forma de viver. Suprimento de alimentos, tempo para pensar. Aglomerados, compartilhamos espaço, trocamos idéias, mudamos a vida! A fisiologia não consegue acompanhar. Durante milhões de anos evoluímos para nos adaptar às mudanças da terra.  tecnologia altera o mundo muito mais rápido do que podemos nos adaptar. O equipamento psicocorporal se abalou. O Plano das Crenças sufoca a competitividade em prol da socialização. Contudo, a necessidade de competir é fisiológica:
A vida é uma competição de 4.000.000.000 de anos!
Nascemos “viciados” em competir!
Através do 3º Plano, do Esporte, criamos uma especial distorção da realidade, para extravasar a competitividade inata.
O 3º Plano, do Esporte, desenvolveu o raciocínio abstrato: Regras para distorcer a realidade, criar Jogos. Acreditar em valores, em mudar a realidade, elevar o raciocínio abstrato das regras no esporte, conjugados à necessidade de paz social, permitiu desenvolver o 4º Plano de atividade humana, do Direito, onde as regras são instrumentos para prevenir ou solucionar conflitos de interesses. Ao invés de distorcer a realidade como no 3º Plano, do Esporte – neste 4º Plano, do Direito, as regras resolvem problemas reais, existentes no Plano  dos Fatos, ou entre este e o 2º Plano, das Crenças-Valores.
Sob o ar poluído da 3ª Onda Tecnológica, da Industrialização, cresce o valor econômico do 3º Plano do Esporte, e como todo litígio é um desequilíbrio entre fatos, crenças e valores, desenvolveu-se um novo ramo, nas Ciências Jurídicas, para harmonizar todos os 4 planos de atividade humana:
Nascia o 
Direito Desportivo. http://www.padilla.adv.br/desportivo


mais complexas e com custo inversamente proporcional. O computador no qual você está lendo esse texto é mais poderoso do que o de que dispunha a NASA na década de sessenta para os indispensáveis cálculos das trajetórias das naves do programa espacial. Mas sem aqueles computadores que na época custaram centenas de milhões de dólares, hoje obsoletos comparados à sua máquina que custou cem mil vezes menos, as viagens seriam impossíveis. E mais... O celular que você usa, por mais simples que seja, do tipo que é vendido nas promoções pelas operadoras a R$ 1,00, possui mais capacidade de memória e de processamento do que os computadores que equipavam a Apolo 11 que, em 21.6.1969, pousou na Lua com dois astronautas, a um custo de quase um bilhão de dólares.

Aliás, em passant:    Os cosmonautas recebem uma rígida formação científica, habilitando-os a lidar com a operação e manutenção dos equipamentos – mas todos – mesmo os mais céticos e ateus, retornam do espaço com uma concepção “mística” idêntica, de que tudo é energia...

Contudo, nada disto teria acontecido sem uma onda tecnológica” anterior à da agricultura. Passa quase desapercebida por dois motivos. Não sabemos exatamente quando ocorreu. Estimamos, há 1 milhão de anos. Ademais, parece demasiado simples para ter tanta importância.

Há uma crença de que era perigoso, mortal, e todos fugiam do fogo. Não havia um só ser, em todo planeta, que não temesse o fogo; todos fugiam... Um humano, questionou a crença sobre o fogo, comportamento que seria diagnosticado por muitos como maluquice: Literalmente meteu a mão no fogo e se modificaram todos os hábitos e comportamentos.  A curiosidade venceu o medo atávico e o aprendizado ampliou a segurança, luz e calor, afastando predadores, permitindo maior aproveitamento do tempo, noites tranqüilas, reduziu imediatamente a mortalidade entre bebes, crianças e enfraquecidos.

Otimizou o aproveitamento dos alimentos, não apenas dos grandes animais abatidos que, nos climas frios, congelavam, tornando-se impróprios para o consumo, como desenvolveu a primeira arte: Culinária! Aprendemos a cozinhar, transformando em  alimentos o que antes era não palatável. Ao cozinhar a carne, ficando mais facilmente digerível, acelerou o metabolismo protéico e crescimento das crianças. Assim, a simplicidade desse passo é apenas aparente. A primeira onda tecnológica” foi a do fogo à veja quadro ao lado à

Hoje, vivenciamos a quinta onda tecnológica” – e você estar lendo esta página, faz parte dessa onda, é a onda a informação, pela qual as pessoas se comunicam por cada vez mais meios, e trocam informações em ritmo crescente. Em breve, por meio de chip e acessórios como óculos multimídia, haverá uma conexão global com comunicação diretamente entre as pessoas, sem necessidade de equipamentos auxiliares fixos ou limitados. Nessa onda, ainda existe muita manipulação do processo de pensamento: http://www.padilla.adv.br/processo/pensamento/

 

2. Há duas espécies de saber?

Podemos perceber a intuição (“misticismo”) e o raciocínio (“ciência”) como tipos de sabedoria distintos?

conhecimentos intuitivos,  que dispensam provas "visíveis". São conhecimentos tão verdadeiros que nem precisamos ter provas materiais de sua "realidade".   Necessitamos uma sintonia especial com a pessoa a quem desejamos transmitir esse "conhecimento" - porque ele está dentro de nós.  Nós chamamos esse conhecimento de "Místico" porque não possui, a priori, uma base racional, e transcende os 5 sentidos.

Em oposição, os conhecimentos racionalizados podem ser demonstrados por meios externos.  Através da tentativa e erro, e podemos errar cem (ou mais) vezes, mas acertando uma única vez (eureka!) inventamos algo, e teremos o que demonstrar.     Podemos transmitir esse conhecimento a praticamente qualquer pessoa interessada em aprender e podemos reproduzir o experimento. Isso é ciência.

Misticismo & Ciência nasceram unidos,  como gêmeos siameses, mas dissociaram-se na medida em que a ciência progredia a passos largos em todas direções, e o Místico ficava para trás,   barrado pelo atavismo, pelo medo do novo,  pelos conflitos interiores e sociais, pela cobiça e inveja e todas mesquinharias típicas de animais, que éramos, disputando espaço, alimentos,  e poder no grupo.

Dividir o Universo em partes,  para conquistar o conhecimento de cada parte,  como num relógio, que podemos desmontar para entender o funcionamento das engrenagens,  foi um método que funcionou até o final do que os seguidores do calendário cristão convencionaram chamar de o segundo milênio.

Ambos ramos do conhecimento cresceram, e mesmo no campo místico houve o acúmulo de informações, fruto de experiências em diferentes épocas e culturas.

E, no terceiro milênio, é hora dos "gêmeos" retomarem a caminhada em conjunto.

Em verdade, misticismo e ciência nunca estiveram muito separados...

3. Da diferença entre conhecimento e Sabedoria:

Em cada descoberta científica, o método do experimento é uma experiência mística:  na maioria das vezes sem interferência externa...

Auxiliado pela inspiração,    o inventor escolhe à que conduz a descoberta entre milhares, ou milhões de condutas a tomar.  Chamamos isso de intuição, comprovando que o misticismo sempre foi instrumento da ciência. Veja alguns exemplos na medicina:     No final do Séc. XIX, o alemão Wilhelm Conrad Röntgen inventou os Raios-X pesquisando tubos de raios catódicos que, aquecidos, emitiam elétrons; induziu uma corrente elétrica e constatou que a radiação velava chapas fotográficas.    Em 1928, Alexander Fleming propiciou salvação para milhões de vidas com a penicilina descoberta através de permitir a contaminação, por um bolor, de uma cultura de bactérias.   Mais recentemente,  alguém teve a intuição de experimentar o remédio antifúngico ciclosporina para evitar a rejeição de órgãos transplantados e salvou milhões de vidas !

Os ramos da ciência tanto os mais profundos quanto os mais modernos chegaram ao final do segundo milênio comprovando:

3.1.              A existência de uma alma ou de "algo" além do corpo físico.     Há mais de um século um cientista (inspirado...) descobriu um meio de fotografá-la.  O método cientifico de fotografar “algo” que podemos chamar de aura, alma, segundo corpo, etc., passou a ser pesquisado e aperfeiçoado.      Batizado de Kirlian, nome do russo que o descobriu por intuição permite fotografar a aura dos seres vivos e dos que foram vivos. A aura fotografada varia conforme a saúde e o estado de espírito, e sua variação é imediata diante de emoções e pensamentos.

Fotos Kirlian de mutilados apresentam resultados surpreendentes para os céticos: o mutilado conserva a aura, estampada na foto, do membro perdido. A aura vai desaparecendo com velocidades variáveis, conforme a natureza do ser mutilado e do tipo de evento que provocou a mutilação.

O método Kirlian fotografa o 2º corpo, ou corpo etéreo, que liga o 1º corpo (corpo físico, também chamado de mineral), e os demais corpos que compõe um ser vivo. É uma evidência científica sobre o que o conhecimento místico de milênios.   Há vários organismos que desenvolvem pesquisas, que podem ser localizados pela Internet.  A física acredita que as partículas são manifestações da energia, de maneira que tudo em análise final é energia.

3.2. Em todo mundo desenvolvem-se pesquisas sobre uma ciência denominada Projectologia ou Projeciologia fenômeno pelo qual a consciência (e o corpo espiritual) separa-se temporariamente do corpo físico,  que fica dormindo ou em repouso. Através da projeção visita lugares ou pessoas, trazendo conhecimentos que não poderíamos obter de outra maneira. Órgãos de inteligência como a CIA vem investindo na sua aplicação para segurança.

Em meados de maio de 2006, a Rede Globo apresentou um programa Globo Repórter retratando experimento no qual pessoas trancadas em salas sem comunicação, e em sono profundo monitorado com vasta gama de equipamentos científicos, foram capazes de identificar com precisão uma série de objetos escolhidos ao acaso e levados para uma outra sala após estarem dormindo... Tais experiências demonstram, acima de qualquer suspeita, e através de experimentos cientificamente comprovados, que o espírito existe. Também demonstram o conhecimento místico interagindo espírito e matéria. A Projeciologia é um dos aspectos do fenômeno de desdobramento, em nível de desdobramento profundo, porque há perda temporária de contato com o corpo físico e de suas informações sensoriais: http://www.padilla.adv.br/mistico/projecao

Modernamente, vem sendo desenvolvido o desdobramento sem perda de contato com o corpo e suas sensações, há quase cinqüenta anos inicialmente pelo falecido Dr. José Lacerda Azevedo no Hospital Espírita de Porto Alegre, do qual originaram vários centros que aplicam e estudam a técnica, que vem se espalhando por outros centros, que aplicam a "Apometria". Nesse desdobramento - dependendo do grau, o aplicador não chega a perder o contato com o corpo físico e o espaço dimensional que o cerca. http://www.padilla.adv.br/mistico/apometria

3.3.          Mesmo nas mais “tradicionais” escolas de medicina cresce o conceito de saúde não ser somente do corpo físico:  Há um conjunto que envolve o espírito, ou alma, etc. Ponto marcante foi a conferência inaugural do Congresso Internacional de um dos ramos mais materialistas da medicina, a Cirurgia Ortopédica, na Califórnia, em 2001, para a qual convidaram ninguém menos do que um dos mentores da medicina alternativa, Deepak Chopra: http://www.padilla.adv.br/mistico/7leis

  A medicina ortodoxa admite sua impotência para preservação da saúde e melhor a qualidade de vida, reconhecendo as limitações dos tratamentos com fórmulas farmacêutico-bioquímicas ou intervenções cirúrgicas, que nem sempre surtem efeito.   Caminha para unificação com as medicinas alternativas, como acupuntura, homeopatia, ortomolecular, bioenergética, etc., tudo para alcançar o sucesso na preservação e resgate da saúde: http://www.padilla.adv.br/saude/agua

4.       Das demais provas:

Ensina a física quântica, uma das mais modernas ciências, que tudo o que percebemos como matéria são manifestações (propriedades) da energia.  O átomo não é a menor porção de matéria, simplesmente porque não existe matéria.

O átomo é constituído de partículas de energia. Tudo é energia e, embora não possamos ver nem mensurar (ainda) tal conjunto energético, ele está em tudo.     Isso é ciência, denominada física quântica, comprovando que o universo é energia.     Toda energia é interativa, e forma um conjunto, com propriedades próprias, mais complexas que as partes que a compõe. Ou seja:    Tudo é energia!

No primeiro artigo do Estatuto da USP, maior universidade latinoamericana:

"A Universidade deve ensinar e pesquisar todas as formas de pensamento."

O Professor Miguel Reale, um dos maiores juristas da história, quando Reitor da USP, mandou gravar no piso de entrada da Reitoria:

"No universo da Cultura, o centro está em toda a parte."

Sérgio Felipe de Oliveira, psiquiatra, professor e pesquisador do Instituto de Ciências Biomédicas da USP, em palestra sobre a glândula pineal, e os novos conceitos e avanços em pesquisas, trata dessa e de outras questões, inclusive sobre a necessidade de muita fé para ser materialista, pois acredita em algo que não se consegue nem ver, e nem tocar, crença, aliás, da qual não existe qualquer prova científica. Escute aqui o áudio ou assista ao vídeo, abaixo:

 

 

Vários enfoques da Sabedoria:

 

“A Ciência explica tudo?”

Um gênio diferente:  Padrão de vida normal.

Em 2004,    o prof. Isaac Ziegelmann honrou-nos com o convite para apresentar um livro que consistia num ambicioso projeto:    Traduzir em palavras, meras palavras,  a convicção de quem – após várias dezenas de anos esforçando-se em ampliar seu conhecimento do Universo, percebeu que o verdadeiro cientista busca a harmonia e compreensão. Aquele filósofo não somente era e é um amigo da sabedoria, mas seu incansável aplicador.  Sua formação multifária conjugava um chefe de família exemplar,  com o excepcional atleta,   o notável técnico desportivo,  o curioso pesquisador,   o incansável físico,  o objetivo matemático,  o construtor engenheiro e,  sobretudo,  o professor que se especializou em educação,  sempre preocupado em fomentar o saber. Mas foi como escritor  que atingiu a sabedoria que consiste em ultrapassar o conhecimento e atingir a simplicidade à http://www.padilla.adv.br/evoluir/shibumi

O conhecimento adquirido da história humana,   milhares de anos de civilização – ínfimos comparados aos 4 bilhões de anos da vida - permite aprender com os exemplos passados para construir um futuro melhor.  Conhecemos as histórias de incontáveis gênios incompreendidos, com problemas de relacionamento, não raro considerados fracassados ou desajustados, etc.   Por que gênios e insanos parecem mais próximos, um da outro, do que dos padrões de “normalidade”? Porque a genialidade é composta pela coragem de “quebrar paradigmas” e buscar compreender “mistérios”. Questionar padrões de normalidade auxiliar a evoluir? http://www.padilla.adv.br/evoluir/mudar

Percebemos, contudo, no prof. Isaac, que nem todo gênio seguia aquele padrão, e que havia espaço para uma genialidade dentro dos padrões de ajustamento da vida considerada normal.  Revendo o que conhecia sobre o autor, muito me dignificou apresentar um ser humano exemplar. Não obstante sua genialidade como filósofo, um verdadeiro amigo da sabedoria,  soube equilibrar a sede pelo saber com a manutenção de uma vida familiar sadia, repleta de amor, numa atmosfera onde criou os filhos, todos bem sucedidos e seguindo a mesma trilha de desenvolvimento equilibrado. Isto me levou a entender que exemplo não é uma maneira de ensinar. É a única.  Isso nos provocou a uma mudança comportamental, preparando-nos para uma futura vida familiar e a formatar uma concepção a respeito da “crise” que se abate sobre a nossa sociedade. http://www.padilla.adv.br/etica

Não encontrou A Ciência Explica Tudo na livraria?   Peça por e-mail

 

O processo é um conjunto contextualizado, no qual há uma estrutura (how to) e uma finalidade (goal), que são os elementos essenciais para sua compreensão.

Processos podem ser simples ou complexos.

Os processos simples são lineares e seqüenciais. Um componente pode ser a conclusão de outro, e o conjunto é relativamente fácil de entender.

Os processos complexos apresentam uma rede de interações. Cada componente pode ser a causa ou o efeito de outro. As relações podem ser multifárias ou espaciais; ecológico-sistêmicas e multidimensionais.

Todo processo é imbricado: Pode se constituir no início, no fim, ou em parte de outro processo.

O Direito é um dos planos de atuação humana. Funciona por meio de regras, formuladas através da linguagem. Como a língua é uma ferramenta do processo de comunicação, começamos a perceber que o Direito dele é dependente!

Do processo de comunicação:

O processo de comunicação é complexo. A estrutura aparente, e externa, é totalmente relacionada e dependente dos processos internos:

De Educação x Lucro? Crenças aliciadas pelas Corporações

 

Por sua vez, o processo de comunicação depende do Processo de Pensamento, o qual constitui o sistema operacional sobre o qual se processa a comunicação, clique aqui.

 

Dos quatro planos de atuação humana:

A vida em sociedade depende da paz social, a qual se ampara sobre três pilares. Cada um deles corresponde a um dos quatro planos de atuação que, com o plano dos fatos, compõe o universo humano: Nascemos no plano dos fatos e construímos outros três: O plano dos valores, o plano do direito e o plano do esporte(jogos). Este último é o principal mecanismo da descarga tensional (Freud, “O mal-estar na Civilização”; Jung, “Obras completas”). A vida “civilizada” subtrai, do cotidiano, a competitividade permanente, inerente à vida, sendo esta uma competição que perdura há 4 bilhões de anos.    Para o conceito de desporto, procure aqui.

Para o Processo de Pensamento, base da comunicação, clique aqui

Para o Processo de Comunicação, o instrumento do direito, clique aqui.

Para entender a manipulação coletiva do Processo de Pensamento, clique aqui

Para conhecer as fases do processo jurisdicional no Brasil, e porque há morosidade judicial e corrupção política, clique aqui

Sobre a acultura da superficialidade e a encenação jurisdicional decorrentes da manipulação, clique aqui

Você decide:

Caixa de texto: Décadas de ensino e pesquisa  sobre o funcionamento da Justiça, em abordagem transdisciplinar, agregados às perspectivas humana e social, ensejaram o desenvolvimento desta interdisciplinar  Teoria Geral dos Processos.
A acultura da superficialidade inviabiliza o pleno funcionamento do sistema jurídico, mediante falsas crenças e valores invertidos. Ilustram isso a não aplicação de princípios processuais importantes, como os da Sucumbência e a Lealdade
Conjugado ao cacoete de procurar motivos para extinguir e evitar ter que examinar todos fundamentos e provas, resultou na encenação jurisdicional.
O cotidiano forense transformou-se em um pirandeliano cosi è, se vi pare, que toma o que quer que pareça:  A acultura da superficialidade considera “normal” o uso de qualquer pretexto para não decidir!
"J`ai voulu voir jusqu`oú allait la bêtise humaine:   elle est sans limites"   (André Maurois,   Letter Ouverte a um Jeune Homme, Paris, ed. 1966,  p. 38)
"A estultice tem uma real e efetiva importância no agir humano.   Talvez seja por isso que o poeta Schiller escreveu,  há dois séculos, que ‘Contra a estupidez os próprios deuses lutam inutilmente’.     Apesar de tudo, para mim, na minha visão de professor de Direito,   não é demais ainda confiar na inteligência humana,  que um dia acabará prevalecendo.” (Paulo Pasquilini)
Porque as pessoas espertas podem ser tão tolas? http://www.padilla.adv.br/evoluir/tolice/
Alguém ganha com isso?
É o que nos propomos a demonstrar nesta interdisciplinar Teoria Geral dos Processos.
O Universo é um conjunto de energia interativo, cujas propriedades a ciência começa a descobrir. Esse conjunto pode ser identificado com a figura mística presente nas religiões (Deus, como quer que o denomines) ?  Essa idéia...    Parece familiar ?   Soa como real ?  Sente como verdadeira ?

A diferença entre o verdadeiro e o falso é o efeito que causa em nós.      O que é verdadeiro nos enche de amor, engrandece-nos,     dá-nos forças e energia para superar quaisquer dificuldades ou obstáculos.   Pense a respeito, depois, na hora em que desejar.  O importante é perceber que a ciência chegou no ponto de encontro com o Misticismo e, neste terceiro Milênio, caminharão juntos. Há um grande interesse no assunto, o que explica porque a lista de discussão e a página propondo repensar o reencontro do misticismo e ciência tenha atingido, no momento da redação desta apresentação, a impressionante cifra de 916 milhões de visitas/acessos em menos de 3 anos de existência.

Nesse contexto,   podes perceber a importância das idéias que acabas de repassar.   Expressa o conjunto de qualidades extremamente positivas e que culminam por assegurar ao seu detentor um estado de espírito de plenitude - do ser com o Universo – em delicado equilíbrio. Alguns referem como nirvana budista. Na Índia,  pode ser comparado à recitação do “Nam-myoho-rengue-kyo” dentro do Sutra de Lótus.    Não existe possibilidade de uma tradução,   mas sabemos ser a síntese de todas as forças do Universo consubstanciadas como a própria vida do ser humano. Shibumi compreensão,    muito mais do que conhecimento. Exercitar a leitura, navegar nas idéias deste livro, auxilia a compreender o que inconscientemente já sabemos.

* Seja agnóstico cultivando a humildade. A palavra significa “sem conhecimento”. O Universo é repleto de fenômenos além da nossa compreensão neste momento, somos simples humanos. Nossas percepções provêm dos cinco sentidos e do raciocínio para as interpretar. Os sentidos são extremamente limitados. Compare com animais “inferiores”: Visão, audição, olfato, tato e paladar humanos são limitadíssimos. Percebes, também, como a mente teima em não lembrar de coisas importantes ? Ou como é difícil armazenar informações que vamos necessitar ? O que chamamos de raciocínio não passa de um software sofrível, rodado num hardware – nossa mente - mais deficiente ainda.  Como podemos pretender conhecer o todo universal ? Não compreendemos mais que ínfima parte. Shakespeare, profundo entendedor da alma humana, afirmou “haver mais mistérios entre o céu e a terra do que imagina a nossa vã filosofia”. Estava certo.

Na falta de um poder de compreensão adequado,  instrumento valioso é tempo. O “teste do passar tempo” desacredita crenças, costumes, modismos e convicções falsas. E faz renascer as verdadeiras. Certo e verdadeiro consegue resistir com o passar dos anos, séculos ou milênios. A instituição família é certa e verdadeira. Existe desde o início das civilizações. A crença num ente superior também o é. Permeou todas as sociedades, desde o início dos tempos desde antes da primeira comunidade a desenvolver a agricultura e, com alimentos abundantes, e dispor de tempo e recursos para descobrir e desenvolver tecnologias e fomentar o saber, como vemos no infográfico comparando a evolução da civilização através de várias culturas aqui %.

Escute Eduardo Couture, um dos maiores processualistas: www.padilla.adv.br/processo/Couture.mp3

Do ensino, a arte de aprender e de ensinar

Gibran Khalil Gibran “O Profeta”  traduz Mansour Chalitta interpreta Tôni Luna www.padilla.adv.br/prof/ensino.mp3

Sistema Jurídico e as Leis em “O Profeta”  Gibran Khalil Gibran em primorosa tradução de Mansour Chalitta interpretado por Tôni Luna: www.padilla.adv.br/teses/leis.mp3

Crime e do Castigo inspirada análise de Gibran Khalil Gibran em “O Profeta” primorosa tradução de Mansour Chalitta interpretado por Tôni Luna www.padilla.adv.br/teses/crime.mp3

NIETE - Nucleo Interdiscilinar de Estudos Transdisciplinares sobre Espiritualidade – PROREXT - UFRGS

 

 

 

 

 

Professor LUiZ Roberto Nuñes PADilla

Especialista em Processo e Direito Desportivo

Linhas de Pesquisa:

1 MMM       uM Mundo Muito Melhor:

Para realizar grandes sonhos

[Hans Seyle] necessitamos grandes sonhos!

Presidente do TJD-FGK, STJD-CBMTT e SINDIPLAM-RS

1 Direito Desportivo

2 Teoria Geral dos Processos

3 Práticas de Processo

4 Transdisciplinaridade, outras teses e publicações

Em que consiste ser professor?

Clóvis e Athos exemplos dos grandes Mestres da Faculdade de Direito da Ufrgs

Construa 1 MMM   uM Mundo Muito Melhor:                       O Movimento ACORDAR consiste no despertar do torpor instalado pela acultura da superficialidade egocêntrica. Paradoxos, valores invertidos e sobrecarga de informações irrelevantes, incompletas e distorcidas entorpecem: Os sociopatolobistas querem impor uma vida imediatista, alheia as conseqüências: Ressuscitaram o pior hábito da decadência do Império Romano, Carpe dien.  O medo de não haver futuro alicia uma atitude antiecológica de viver até o esgotamento. A maioria das pessoas bem intencionadas é anulada sendo jogadas, umas contra as outras, enquanto são bombardeadas com falsas crenças como "felicidade é um direito!" ou "já nascemos prontos!". Valha-nos o Prof. Dr. Mário Cortella, orientando e braço direito, por 17 anos, até o falecimento do 46 vezes doutor Paulo Freire, o Patrono da Educação Brasileira, Lei 12.612/2012.

Bom humor ecológico é Empowerment:   ajuda a vivermos mais e melhor!

 Piadas discriminatórias, bullying para destruir cultura e manipular uns contra outros!

Exemplo:  Difamar a cultura gaúcha facilita padronizar o consumo.

Não acredite,  teste!

Bilhões em jogo Futebol atividade física mais praticada no Mundo

Jogos Olímpicos

Paradoxo das Artes Marciais a 2ª atividade + praticada e a que + cresce.

 

Crianças e adolescentes com necessidades especiais ajude a Kinder

 

Saúde:    Cuidado com a “indústria da doença” .

Seja a mudança que quer ver no Mundo! (Gandhi) visitante nº Contador Site em permanente construção,  Aperfeiçoe-se e construa 1 Mundo Melhor. Em 14.12.2003 os trabalhos precursores deste site registravam 136706382 visitas. Em 2005, os news somavam + de 50 BILHõES de acessos quando o provedor Grupos.com desativou o contador automático.

Contato com o Professor Luiz Roberto Nuñesos PADilla   e-mail e MSN:    luizrobertonunesos@padilla.adv.br

Telefone +55  51( 92.5494.00 DIR2 33.08.3322 Departamento de Direito Privado e Processo Civil

CEP 90046-900 UFRGS Faculdade de Direito Campus Centro Porto Alegre RS Rio Grande do Sul Tchê  Brasil  Mapa

http://cev.org.br/qq/padilla

Currículo Lattes

http://www.linkedin.com/in/padill

http://twitter.com/Prof_PADilla

http://www.myspace.com/482548792

http://www.facebook.com/padillaluiz

http://padilla-luiz.blogspot.com

http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=1990308448905105073

http://www.viadeo.com/pt/profile/padilla-luiz-roberto-nunes-padilla.pad

http://aiccint.ning.com/profile/PADillaLuizRobertoNunes

http://www.sonico.com/profile.php?u=62628997

http://www.hi5.com/i?l=B_0_ekKuDWL-PADilla

http://www.videolog.tv/Padilla

http://pt.netlog.com/PADilla_Luiz

http://br.octopop.com/padilladv

http://www.tagged.com/padilla

http://pad1lla.spaces.live.com

http://vimeo.com/pad