Página em permanente construção*

Para realizar grandes sonhos necessitamos[[[ Grandes sonhos! [Hans Seyle]

Aperfeiçoando-nos construímos 1 ümelhor

Livre-se desse   embuste !     

Desarmar apenas as pessoas honestas

Desonestos e mal intencionados pretendem desamparar a população, deixando-a indefesa diante dos bandidos clique aqui ÿ.

Os DADOS propalados pelos apologistas do sim no plebiscito são FALSOS (como demonstra o parecer, veja a seguir).

Pergunte aos defensores do desarmamento:

As drogas são proibidas.           Mas todo tipo de droga entra no país,     em quantidade cada dia maior,     por todas fronteiras,    são vendidas praticamente em todas esquinas movimentadas das grandes cidades.          O governo sabe disto,   mas faz o quê ?         Nada !

Então...      Alguém acredita que esses mesmos políticos entre os quais grassa corrupção, ou a polícia que não dá conta da criminalidade atual,  e a criminalidade vai aumentar,     será capaz de impedir a bandidagem de portar armas ?      E só porque viesse a ser proibida a venda de armas?

A proposta é linda e se pudesse ser posta em prática, seria ótimo ninguém ter armas.

Mas é impossível agora ou em futuro próximo, impraticável,  utópica!      Então, tem truta:   Veja os dados da história  clique aqui ÿ

Quando eu era pequeno (sim, já fui bem pequeno, hehe veja www.padilla.adv.br/alegre)  assisti em TV preto e branco,   a válvulas (a maioria de vocês nunca viu uma TV a válvula)  Robin, o "menino prodígio", dizer:        " - Santa ingenuidade, Batman."

Aliás:   "Quanto mais corrupto um governo,   mais leis contra a posse de armas" Cornélius Tacitus, historiador romano, ano 116, in "The Annals of Imperial Rome"

As drogas - proibidas por lei – são vendidas em todas esquinas.    Os governantes fazem o que ?...  Vistas grossas.   Respeitados pensadores, como Jornalista Paulo Sant´Ana Jornal Zero Hora de 14-9-2005, p.55, reconhecem que a pergunta é utópica:

O governo é incapaz de desarmar os bandidos

Se o Governo pudesse desarmar os bandidos

já o teria feito

Pretender desarmar a população honesta e trabalhadora, gastando MILHÕES com procedimentos inúteis é temerária estultice, sendo ato patriótico e de cidadania suspender esse plebiscito que não passa de mais uma forma de DESPERDIÇAR o nosso dinheiro. Para isto, vamos propor uma ação popular contra mais este EMBUSTE de "desarmamento" das pessoas honestas enquanto os bandidos continuam se armando...

Veja o PARECER JURÍDICO do Prof. Dr. Eduardo Dutra Aydos, Doutor em Ciência Política pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenador-Executivo do Curso de Especialização em Direito, Economia e Democracia Constitucional - PPGD-UFRGS. São 56 laudas enxutas, demonstrando o equívoco do plebiscito e a manipulação nos dados. Leia a íntegra do parecer clicando aqui ó ou copiando para seu navegador o endereço: http://www.padilla.adv.br/etica/desarmamento/eduardo.pdf  Para abrir esse arquivo é necessário o programa leitor de textos em PDF. Instale-o gratuitamente do saite do Adobe Acrobat Readerclicando aqui è@)

Estatística de homicídios por País e por habitantes

Fontes: Movimento Viva Brasil, Movimento Viva Rio, Instituto Superior de Estudos da Religião (Iser), Polícia Federal, CPI do Tráfico de Armas. Pub. Jornal "O Estado de Minas" em 24.7.2005

PAÍS

Homicídios por 100.000 habitantes

Domicílios com armas

Brasil

27

03 % 

Estados Unidos

06

52 %

Canadá

03

30 %

Itália

02

17 %

França

01

24 %

Suécia

01

15 %

Suíça

01

35 %

A quantidade relativamente alta de homicídios no Brasil não guarda relação com a existência de armas legais. Basta observar que tal quantidade, de domicílios nos quais há armas, é elevada, chegando a ser até 17 vezes maior nos países cuja mortalidade é até 27 vezes inferior. Basta olhar a constatar:  Quanto mais armada a população, menor a quantidade de homicídios. O problema não está nas armas legais mas nas ilegais, que entram contrabandeadas. O poder público não dá conta da segurança. Hoje, a polícia não consegue nos proteger. Não é por pouco empenho das corporações, mas por falta de verbas, que serão cada vez menores. Imagine quando os bandidos tiverem a certeza de que encontrarão uma população desarmada e nenhuma resistência pela frente! ACIDENTES SÃO PASSÍVEIS DE PREVENÇÃO, BANDIDO NÃO. Hoje os bandidos já não respeitam horário, local, nada, sequer a polícia.

Encenar plebiscito tentando DESARMAR PESSOAS DE BEM atenta contra o patrimônio público, promovendo desperdício de recursos. É ilegal o objeto, ofendendo direitos assegurados na Constituição conforme demonstra o Parecer citado acima.  desvio de finalidade, porque o procedimento é utilizado, primeiro, para tornar indefesa toda população, atendendo interesses inconfessáveis;  segundo, é desencadeado para desviar a atenção do que efetivamente interessa ao povo, que consiste na corrupção, que dilapida os recursos públicos. Estamos atravessando a maior crise política e institucional de toda história do país. Nunca tantas autoridades dos primeiros escalões dos poderes executivo e legislativo federal, da maior evidência e poder, foram objeto de investigações que, aliás, apontam para rede de corrupção. Por fim, mas não por menos, não há motivos para a consulta da maneira engendrada porque: A matéria de fato em que se fundamenta o ato é materialmente inexistente, porque os estudos históricos, psicológicos e sociológicos demonstram que o desarmamento da população civil nunca produziu segurança, pelo contrário.  O armamento em poder dos cidadãos de bem é forte fomento da segurança pública, estando seu maior índice associado aos melhores padrões de segurança. O plebiscito é juridicamente inadequado ao resultado que pretenderia obter - de maior segurança e paz social - raiando a insanidade sustentar que o fato de impedir à população honesta e ordeira de ter acesso ás armas desarmaria os bandidos. Os delinqüentes,  que já dispõe de vastos arsenais e que a polícia não tem meios de retirar,  continuarão tendo acesso a novas armas contrabandeadas.

 

NÃO SE DEIXE ENGANAR

Uma Rede de Televisão apóia a Campanha do Desarmamento dos cidadãos brasileiros. Esta emissora de televisão, vem paulatinamente tentando convencer o povo brasileiro de que as culpadas pela violência são as armas de fogo. Como se um mero engenho mecânico de metal tivesse vontade própria! Através de seus telejornais, novelas e chamadas em intervalos comerciais, tem manipulado pesquisas, omitido dados, divulgado meias-verdades e fazendo uma lavagem cerebral nos mais desavisados. Todas as suas pesquisas apontam que 81% da população brasileira apóia o desarmamento. Porém, deve haver alguma coisa errada nestas “pesquisas globais”. Parece que em pesquisas realizadas por outros meios de comunicação, o povo pensa diferente . . . Confira o resultado de outras pesquisas: O Comércio de Armas e Munições Deve Ser Proibido no Brasil?

Revista Superinteressante - 73% Não

Portal Terra - 77% Não

Revista Isto É - 84,9% Não

Revista Veja - 77,7% Não

Pesquisa CNT - 54% Não

Site Polícia Federal de Brasília - 91,4% Não

Programa Polêmica da Rádio Gaúcha - 86% Não

Site       do Supremo Tribunal Federal - 94,3% Não

Programa do Ratinho - 56% Não

Programa do Datena - 99% Não

Site do próprio Senador Renan Calheiros - 92,4% Não ( logo tirado do ar )

Jornal O Globo - 58,73% Não ( em 12.07.2005 )

Jornal da Band - 90% Não ( 21.07.2005 )

Site do Jornal Zero Hora - 66,43% Não ( 31.072005 )

 

Clique aqui þ e assista à apresentação de slides

Desarmamento Compulsório da Cidadania

Apresentado dia 7/10/2005 por Eduardo Dutra Aydos

Doutor em Ciência Política pela UFRGS - Coordenador Executivo do Curso de Especialização em Direito, Economia e Democracia Constitucional – PPGD/UFRGS

http://www.padilla.adv.br/etica/desarmamento/1.pps

Veja a lição da história, clicando aqui ÿ

Clique aqui þ e assista à apresentação de slides complementar

Clique aqui þ e conheça a posição divulgada pelo Movimento de Justiça e Direitos Humanos

Enganando a população:


" ...CAPÍTULO VI ....DISPOSIÇÕES FINAIS Art. 35. É proibida a comercialização de arma de fogo e munição em todo o território nacional, salvo para as entidades previstas no art. 6o desta Lei.
§ 1
º Este dispositivo, para entrar em vigor, dependerá de aprovação mediante referendo popular, a ser realizado em outubro de 2005. § 2º Em caso de aprovação do referendo popular, o disposto neste artigo entrará em vigor na data de publicação de seu resultado pelo Tribunal Superior Eleitoral. ...


Observaram?

                 O problema é sutil e poucos compreendem.

 

Leia novamente o Art.35 "É proibida a comercialização de arma de fogo e munição em todo o território nacional".

 

NINGUÉM está mexendo em PORTE DE ARMA, ele continua o mesmo (Leiam o "CAPÍTULO II - Do porte").

 

Tendo arma registrada ninguém será obrigado a devolvê-la, inclusive quem quiser ter uma arma precisa apenas (preste ATENÇÃO) importá-la e registrá-la devidamente no órgão competente.

 

Engraçado n´é?

 

E chamam isso de "Estatuto do Desarmamento".

 

NÃO HAVERÁ DESARMAMENTO.

                                             Olhem a LEI...


Notaram, implica só com a comercialização?

 

Por que será?

Vamos lá...existe na lei do comércio exterior um ponto que diz: Um país só pode vender um produto para outro país, se a comercialização do mesmo tipo de produto for permitido no primeiro país.

 

Ou seja, o Brasil só pode vender abacaxi para os Estados Unidos se no Brasil for permitido o seu comércio.

 

Pois bem, à luz dos fatos: SE A PROIBIÇÃO FOR REFERENDADA O BRASIL NÃO PODERÁ VENDER SUA PRODUÇÃO DE ARMAS DE FOGO PARA OS ESTADOS UNIDOS, PORQUE A COMERCIALIZAÇÃO DE ARMAS DE FOGO E MUNIÇÃO SERÁ PROIBIDA NO BRASIL.
Vocês vão perguntar, é só por isso que você ficou indignado? Você só quer defender a industria bélica brasileira?

 

Antes de responder, vamos aos fatos, os que realmente importam: Vocês sabiam que o Brasil desenvolveu tecnologia e têm fabricado uma das melhores armas de baixo calibre?

 

Que os exércitos de todo o mundo utilizam armas brasileiras?

Que mais 99% da produção de armas brasileiras é para exportação?

Que 90% das exportações de armas do Brasil vão para os Estados Unidos?

E que isso representa apenas 20% do mercado americano? Realmente parece que  o Brasil está incomodando...

Ai você vai me dizer: "É, parece realmente que você só quer defender a industria bélica brasileira".

Eu digo não. A indignação é muito maior.

Notaram que tudo que o Brasil tem de bom (laranjas, aviões) os grandes países querem aniquilar? Comprando deputados e sei lá mais quem, conseguem levar leis como essa adiante.

Sempre é a mesma história, uma farsa por trás de uma questão com apelo popular e emocional para garantir interesses baixos e desonestos. Todos sabem que as pessoas que mandam nesse país não merecem a confiança do povo, todos sabem que as coisas no Brasil não são como parecem ser. Mais uma vez esses corvos estão entregando os nossos interesses, os do povo, os do Brasil de fato.

 

Os interessados em participar desta ação verdadeiramente popular contra o desarmamento, devem manifestas esse interesse, podendo usar o e-Mail luizrobertonunesos@padilla.adv.br

Para formalização da participação,  são requisitos:   Assinatura em procuração, para fins específicos. Fotocópia do título eleitoral e do comprovante de votação nas últimas eleições - ou de uma certidão, expedida gratuitamente pelo Cartório da Justiça Eleitoral de sua "Zona", manifestando estar em dia com suas obrigações eleitorais (a ação popular só pode ser intentada por cidadãos brasileiros no uso de seus direitos políticos). Não haverá despesas, nem de custas judiciais, não antecipadas neste tipo de procedimento, nem honorários, porque todos advogados que atuarão neste processo o farão pelo prazer ético e dever cívico.

Centenas de Teses Jurídicas novidades toda semana clique aqui ó

Histórica Faculdade de Direito da UFRGS e sua importância clique aqui ó

Orientação aos alunos + Programa das Disciplinas clique aqui ó

Conheça nossas páginas especiais e os variados enfoques da Sabedoria:

è Sabedoria aplicada à elaboração das decisões judiciais clique aqui &

è Sabedoria no Princípio Universal da Evolução clique aqui ó

è Sabedoria na Ética à clique aqui F J

è Sabedoria na fusão do espiritual + material clique aqui ÿ

è Sabedoria em sermos Mestres e Discípulos uns dos outros clique aqui ó

è Sabedoria no reencontro do Místico e Ciência clique aqui ÿ

è Sabedoria no caminho da perfeição na simplicidade Shibumi  clique aqui ÿ   

è Sabedoria na evolução cultural clique aqui þ

è Sabedoria no uso da Linguagem, instrumento do Jurista clique aqui ó

è Sabedoria no Princípio da Dualidade os opostos complementares clique aqui  

História do Futebol e Idolatria no desporto clique aqui ó

Novo ramo o Direito Desportivo clique aqui ó

Ligações entre místico e desportivo clique aqui ó

Filosofia e prática das Artes Marciais clique aqui C

Meditar e perguntar clique aqui ó  Aprenda mais e melhor clique aqui ó

Viver mais e melhor com saúde e bom humor clique aqui ƒ

Lutando pela dignidade na Advocacia Pública clique aqui

Desenvolvimento Místico clique aqui ó  Apometria clique aqui è

Grupo Espiritualista Casa de João Pedro clique aquiÿ

 

És nosso visitante nº Contador *Aperfeiçoando para construir 1 Mundo Melhor este saite está em permanente construção no domínio próprio desde 14 de dezembro de 2003 quando, sem contar o extinto http://nossogrupo.abril.com.br e as do yahoo, nossas páginas informativas http://www.direito.ufrgs.br/pessoais/padillahttp://pessoal.portoweb.com.br/padilla; http://virtual.pt.fortunecity.com/virus/52; http://pessoal.osite.com.br/~padillaluiz; http://pessoal.mandic.com.br/~padillaluiz e as temáticas no Grupos.com.Br somavam 136.706.382 visitas.   Impressionante?  No primeiro semestre de 2005 nossos Grupos Temáticos ultrapassavam 50 BILHõES de visitas! Conheça-os clicando aqui ó

Contate o professor Luiz Roberto Nuñesos PADilla ó luizrobertonunesos@padilla.adv.br

Telefones código Internacional+55  Código Nacional+51(33.25.26.18+(2333.716.79(Fax+Vox)

Travessa São Jacó 39/305 CEP90520320 Porto Alegre RS Brasiló Veja Mapa clicando aqui þ

Apresentação e fotos do Professor Padilla clique aqui