Página em construção *

 

Para realizar grandes sonhos [ necessitamos grandes sonhos. [Hans Seyle]

Apresentamos o livro                                 A Ciência Explica Tudo

O conhecimento da breve história humana,  uns poucos mil anos de civilização – ínfimos ao comparar com os 4 bilhões de anos que a vida nasceu sobre a face da Terra - permite aprender com os exemplos do passado para construir um futuro melhor.  Ao recordar o pouco que aprendi, desfilam em minha mente repetidas histórias, de incontáveis gênios incompreendidos, com graves problemas de relacionamento, considerados fracassados ou desajustados, etc.   Isto deixa a forte sensação de que genialidade e insanidade estão mais próximas, uma da outra, do que dos padrões de “normalidade”.    Talvez porque a genialidade esteja associada à coragem de buscar explicar os “mistérios” e confrontar os padrões.

Mas a humanidade e nossa sociedade evoluem, e cada vez mais rapidamente.   Percebemos espaços para uma genialidade que se mantenha nos padrões de ajustamento da vida normal.  O exemplo não é uma maneira de ensinar. É a única. O autor, que muito me dignifica apresentar, é um ser humano exemplar. Não obstante sua genialidade como filósofo, um verdadeiro amigo da sabedoria,  soube equilibrar a sede pelo saber com a manutenção de uma vida familiar sadia, repleta de amor, numa atmosfera em que criou os filhos, todos bem sucedidos e seguindo a mesma trilha do desenvolvimento equilibrado.

Isaac Ziegelmann não é somente um amigo da sabedoria, mas seu incansável aplicador.  Sua formação multifária conjuga um chefe de família exemplar,  com o excepcional atleta, o notável técnico desportivo,  o curioso pesquisador, o incansável físico, o objetivo matemático, o construtor engenheiro e, sobretudo, o professor que se especializou em educação, sempre preocupado em fomentar o saber. E o escritor.

Mas seu mais ambicioso projeto, é o de traduzir em palavras, meras palavras, a convicção de quem – após dezenas de anos esforçando-se para ampliar o conhecimento do Universo, percebe que o verdadeiro cientista busca a harmonia e compreensão.

 

 

2.                           A humanidade separou – por muito tempo, duas espécies de saber.             O “Misticismo” e a “Ciência” são espécies de conhecimento.    

Há conhecimentos intuitivos, que dispensam provas "visíveis". São conhecimentos tão verdadeiros para nós que nem precisamos ter provas de sua "realidade".  Necessitamos de uma sintonia especial com a pessoa a quem desejamos transmitir esse "conhecimento" - porque ele está dentro de nós. Chamamos esse conhecimento de "Misticismo".

Os conhecimentos racionalizados podem ser demonstrados por meios externos. Através da tentativa e erro, e podemos errar cem (ou mais) vezes, mas acertando uma única vez (eureka!) inventamos alguma coisa, e teremos algo "concreto" para mostrar.     Podemos ensinar praticamente qualquer pessoa a reproduzir o experimento. Isso é ciência.

Misticismo & Ciência nasceram unidos como gêmeos siameses, mas ao longo da civilização dissociaram-se.

Dividir o Universo em partes, para conquistar o conhecimento de cada parte, como num relógio, que desmontamos para entender o funcionamento das engrenagens, foi método que funcionou até o final do que os que seguem o calendário cristão convencionaram chamar de o segundo milênio.

Ambos ramos do conhecimento cresceram, acumulando informações num nível nunca antes pensado.

Agora, no terceiro milênio, é hora dos "gêmeos" retomarem a caminhada em conjunto.

Na verdade, Misticismo & Ciência nunca estiveram muito separados...

 

3.                  Em cada descoberta científica, o método do experimento é uma experiência mística: na maioria das vezes sem interferência externa...

Auxiliado pela inspiração,    o inventor escolhe à que conduz a descoberta entre milhares, ou milhões de condutas a tomar.  Chamamos isso de intuição, comprovando que o misticismo sempre foi instrumento da ciência.

Os ramos da ciência mais profundos e modernos chegaram aos final do segundo milênio comprovando:

 

 

3.1.               A existência de uma alma ou de "algo" além do corpo físico.     Há um século um cientista (inspirado...) descobriu um meio de fotografá-la.  O método cientifico de fotografar “algo” que podemos chamar de aura, alma, etc., vem sendo pesquisado e aperfeiçoado.      Batizado de Kirlian, nome do russo que o descobriu "por acaso" (intuição...) permite fotografar a aura dos seres vivos. A aura fotografada varia conforme a saúde, e o estado de espírito, e sua variação é imediatamente constatada com as emoções e pensamentos.

Fotos Kirlian de mutilados apresentam resultados surpreendentes para os céticos: o mutilado conserva a aura, estampada na foto, do membro perdido. A aura vai desaparecendo com velocidades variáveis, conforme a natureza do ser mutilado e do tipo de evento que provocou a mutilação.

O método Kirlian fotografa o 2º corpo, ou corpo etéreo, que serve de ligação entre o 1º corpo (corpo físico, também chamado de mineral), e os demais corpos que compõe um ser vivo. É uma evidência científica sobre o que o misticismo acredita há milênios.

 

3.2. Por todo mundo, crescem pesquisas sobre uma ciência denominada Projectologia ou Projeciologia.     Esse ramo do conhecimento estuda o fenômeno pelo qual consciente, ou inconscientemente, nosso espírito separa-se temporariamente do corpo físico (que fica com aparência de estar dormindo). Durante a projeção, podemos visitar lugares ou pessoas, trazendo conhecimentos que não poderíamos obter de outra maneira. Tais evidências, aceitas como método científico, comprovam que o misticismo existe. A projeciologia pode ser considerada o mesmo fenômeno do desdobramento e sua modalidade mais moderna, a "Apometria" método desenvolvido há cinqüenta anos pelo Dr. José Lacerda Azevedo e sua equipe, no Hospital Espírita de Porto Alegre, do qual originaram vários centros que aplicam e estudam a técnica, e que vem se espalhando, nos últimos anos, por outros centros.

A diferença é que no desdobramento - dependendo do grau, o medium não chega a perder o contato com o corpo físico e o espaço dimensional que o cerca.

Projeciologia pode ser considerado um desdobramento profundo, com perda (temporária) de contato com o corpo físico e, especialmente, com suas sensações / informações sensoriais. Há informações em variados locais, e inclusive grupos de troca de informações na Internet. Um dos mais conhecidos é http://www.iipc.org.br/.

 

3.3.          Mesmo nas mais tradicionais escolas de medicina cresce o conceito de que saúde não é do corpo físico, mas de um conjunto que envolve o espírito, ou alma, etc.    A medicina ortodoxa admite impotência para preservação da vida, saúde e melhoria da qualidade de vida, reconhecendo as limitações dos tratamentos com fórmulas farmacêutico-bioquímicas ou intervenções cirúrgicas, que nem sempre surtem efeito.   Caminha para unificação com as medicinas alternativas, como acupuntura, homeopatia, ortomolecular, bioenergética, etc., tudo para alcançar o sucesso na preservação e resgate da saúde.

 

4.                  Ensina a física quântica, uma das mais modernas ciências, que tudo o que percebemos como matéria são manifestações (propriedades) da energia.  O átomo não é a menor porção de matéria, simplesmente porque não existe matéria.

O átomo é constituído de partículas de energia. Tudo é energia e, embora não possamos ver nem mensurar (ainda) tal conjunto energético, ele está em tudo.     Isso é ciência, denominada física quântica, comprovando que o universo é energia.     Toda energia é interativa, e forma um conjunto, com propriedades próprias, mais complexas que as partes que a compõe.

Você decide:

O Universo é um conjunto de energia interativo, cujas propriedades a ciência começa a descobrir. Esse conjunto pode ser identificado com a figura mística presente nas religiões (Deus, como quer que o denomines) ?  Essa idéia...   Soa familiar ?

A diferença entre o verdadeiro e o falso é o efeito que causa em nós.      O que é verdadeiro nos enche de amor, engrandece-nos,     dá-nos forças e energia para superar quaisquer dificuldades ou obstáculos.   Pense a respeito, depois, na hora em que desejar.  O importante é perceber que a ciência chegou no ponto de encontro com o Misticismo e, neste terceiro Milênio, caminharão de mãos dadas. Há um grande interesse no assunto, o que explica porque a lista de discussão e a página propondo repensar o reencontro do misticismo e ciência tenha atingido, no momento da redação desta apresentação, a impressionante cifra de 916 milhões de visitas/ acessos em menos de 3 anos de existência.

Nesse contexto,   poderás perceber a importância da obra que tens em mãos.   Expressa o conjunto de qualidades extremamente positivas e que culminam por assegurar ao seu detentor um estado de espírito de plenitude - do ser com o Universo – em delicado equilíbrio. Alguns referem como nirvana budista. Na Índia,  pode ser comparado à recitação do “Nam-myoho-rengue-kyo” dentro do Sutra de Lótus.    Não existe possibilidade de uma tradução,   mas sabemos ser a síntese de todas as forças do Universo consubstanciadas como a própria vida do ser humano. Shibumi compreensão,    muito mais do que conhecimento. Exercitar a leitura, navegar nas idéias deste livro, auxilia a compreender o que inconscientemente já sabemos.

Porto Alegre, 30 de março de 2004

 

Luiz  R.  N.  Padilla  *

                    www.padilla.adv.br

* Seja agnóstico cultivando a humildade. A palavra significa “sem conhecimento”. O Universo é repleto de fenômenos além da nossa compreensão neste momento, somos simples humanos. Nossas percepções provêm dos cinco sentidos e do raciocínio para as interpretar. Os sentidos são extremamente limitados. Compare com animais “inferiores”: Visão, audição, olfato, tato e paladar humanos são limitadíssimos. Percebes, também, como a mente teima em não lembrar de coisas importantes ? Ou como é difícil armazenar informações que vamos necessitar ? O que chamamos de raciocínio não passa de um software sofrível, rodado num hardware – nossa mente - mais deficiente ainda.  Como podemos pretender conhecer o todo universal ? Não compreendemos mais que ínfima parte. Shakespeare, profundo entendedor da alma humana, afirmou “haver mais mistérios entre o céu e a terra do que imagina a nossa vã filosofia”. Estava certo.

Na falta de um poder de compreensão adequado,  instrumento valioso é tempo. O “teste do passar tempo” desacredita crenças, costumes, modismos e convicções falsas. E faz renascer as verdadeiras. Certo e verdadeiro consegue resistir com o passar dos anos, séculos ou milênios. A instituição família é certa e verdadeira. Existe desde o início das civilizações. A crença num ente superior também o é. Permeou todas as sociedades, desde o início dos tempos.

Falar em Cristo suscita controvérsias mas nem o maior dos céticos duvida que algo muito extraordinário ocorreu na antiga Galiléia mudando o curso da história universal sem uso da força militar ou do poder econômico.  Embora o Cristianismo esteja impregnado de valores tomados de empréstimo das anteriores religiões orientais, em especial do Zoroastrismo persa, suas verdades são fortes porque resistiram e se multiplicaram em dois milênios. Aliás, grande parte (senão todo) conhecimento da civilização humana tem sua fonte na primeira comunidade a desenvolver a agricultura e, com alimentos abundantes, dispor de tempo e cada vez mais recursos para descobrir e desenvolver tecnologias e fomentar o saber. Observe o infográfico comparando a evolução da civilização através de várias culturas clicando aqui %. Analise alguns aspectos dessa evolução clicando aquiü.

è Sabedoria aplicada à elaboração das decisões judiciais clique aqui &

è Sabedoria na fusão do espiritual + material clique aqui ÿ

è Sabedoria na visão oriental Shibumi caminho da simplicidade para perfeição clique aqui þ

è Sabedoria no estudo do Místico e da Ciência clique aqui ÿ

è Sabedoria no princípio da Dualidade – complementaridade dos opostos: clique aqui  

 

Não encontrou A Ciência Explica Tudo na livraria + próxima ?

Peça por e-mail,      clicando aqui ó

Ou peça pelo telefone (51) 3246.4654 (51)3248.0344 ou (51)3338.9444

 

   . .            _________

.                |               |

.          ___|________ |___

.              ////       ____ )

.             _|           (0)(0)

.             (o                  \|

.              |                 (. .)

.              |                  /||||\

.              |    \               \\

.              |            ----__\\__

.                                 )        (

       .   ____________(           )_______

.                                \         /

.                                 \___/

 

Para saber mais sobre o Professor clique aqui ü

Aperfeiçoando cada dia para 1 Mundo Melhor

Conheças as páginas especiais como:

 

Shibumi caminho da simplicidade para perfeição: Clique aqui ó

Trabalhos Jurídicos:   Destacamos novidades toda semana, lista em ordem alfabética, pesquisas. Clique aqui ó

Reflita sobre o ato de meditar e perguntar clique aqui ó

Nova disciplina Direito Desportivoclique aqui ó

Entenda a elaboração das decisões judiciais ? clique aqui ó

 

Linguagem:   Instrumento do Jurista clique aqui ó

Aprenda mais e melhor clique aqui ó

Ética è clique aqui ó

Importante fator de desenvolvimento pessoal e auxílio à Ética o Mistico clique aqui ó

A História do Futebol e a Idolatria  no desporto clique aqui ó

Chacras è visão projecionista (voadores) de Wagner Borges aqui ó

Faculdade de Direito da UFRGS e sua história clique aqui ó

O místico encontra o desportivo ?     Clique aqui ó

Trabalhos de Conclusão de Curso

Teoria Geral do Processo clique aqui

Pesquisa Jurisprudencial e Bibliográfica

Outros importantes fatores de fomento à ética è Karate e Artes Marciais

Espanha e Família PADilla clique aqui ó

História do IBDP Instituto Brasileiro de Direito Processual no Rio Grande do Sul

Mestre inolvidável Prof.Dr.Clóvis Veríssimo do Couto e Silva, Athos Gusmão Carneiro

Apometria e Grupo Espiritualista Casa de João Pedro

Lutando pela dignidade na  Advocacia Pública clique aqui

 Você é nosso visitante nº Contador  visitas!     * Aperfeiçoando e construindo 1 Mundo Melhor este saite está em permanente construção no domínio próprio desde 14 de dezembro de 2003 quando sem contar visitas às páginas criadas em outros sítios de Internet como http://nossogrupo.abril.com.br (extinto em dezembro de 2003), ou yahoo, páginas pessoais como http://pessoal.osite.com.br/~padillaluiz; http://pessoal.mandic.com.br/~padillaluiz; http://www.direito.ufrgs.br/pessoais/padillahttp://pessoal.portoweb.com.br/padilla; http://virtual.pt.fortunecity.com/virus/52 contabilizavam 3.278 visitas que, somando páginas temáticas no Grupos.com.br com 136.703.104 visitas, em novembro de 2003 nossa contabilidade era de 136.706.382 visitas.   Impressionante?  Em novembro de 2004 um de nossos Grupos Temáticos ultrapassou 20 BILHõES de visitas!  Conheça nossos Grupos Temáticos clique aqui ó

Luiz Roberto Nuñesos PADilla ó

Para receber futuras atualizações (uma mensagem por mês)

Clique aqui ó ou envie um e-mail para

assinar- misticismo.ciencia@grupos.com.br